13/12/2017

Quem somos

A “Entre Sorrisos e Encantos” nasceu em 2016 como fruto de um trabalho realizado pelo professor de Anatomia Humana nos cursos de saúde, em duas instituições de ensino superior em Feira de Santana, a Faculdade Nobre (FAN) e a Unidade de Ensino Superior de Feira de Santana (UNEF). Sua iniciativa ganhou forma em julho deste mesmo ano quando realizou a I Exposição de Anatomia Humana, apresentando modelos vivos com pinturas corporais, estruturas anatômicas sintéticas e reais (o acervo de cadáveres, órgãos e partes do corpo humano, disponibilizado pelas duas faculdades supracitadas), exposições artísticas e espetáculos culturais que dessem visibilidade às marcas de memórias inscritas em nossos próprios corpos.

A Exposição rendeu donativos (roupas, alimentos e brinquedos) que foram distribuídos preferencialmente no bairro da Queimadinha, onde o coordenador do projeto e sua equipe estabeleceram um vínculo afetivo com as crianças a partir dessas visitas. Nesse contexto, em setembro de 2016, diante do convite de trabalho a uma psicóloga, a iniciativa se transforma em Projeto cujo nome, Entre Sorrisos e Encantos, fundou seus pilares em um grande evento dedicado às crianças no Mês de novembro do mesmo ano. A partir daí, o então projeto funcionou através do seguinte objetivo: escutar os principais desejos do outro, centrados na infância.

Nesse contexto, por entre doações, festas, eventos e iniciativas de educação e promoção de saúde, a própria comunidade passou a vociferar suas demandas mais imediatas, feridas abertas, dores agudas, cortes ainda não cicatrizados. Portanto, a ONG passou o ano de 2017 com um objetivo muito claro: escutar os choros mais fortes e buscar seu alento. Viabilizamos o acesso das crianças aos serviços de saúde para sanar as necessidades mais urgentes: consultas com pediatras e clínicos gerais; especialidades em saúde (otorrinolaringologistas, pneumologistas, cardiologistas, oftalmologistas, neurologistas, nutricionistas, fisioterapeutas e psicólogos); odontologia para solução de casos de cáries, extração e canal; exames médicos; compra de medicamentos e cirurgias de emergência. Além disso, estabeleceu-se uma parceria com o Núcleo de Apoio à Gestante (NAG), projeto presente no Bairro da Queimadinha, onde a psicóloga da Sorrisos e Encantos disponibilizava semanalmente um plantão (com base na perspectiva etnopsicológica) voltado às crianças e suas famílias.

A atuação em saúde, portanto, teve o objetivo de acolher primeiramente as mutilações ainda em “carne viva”. O que guiava o trabalho da equipe nesta primeira etapa era a sensação física da dor no corpo do outro: a hipótese é que esta dor pudesse ser arrefecida com estratégias de emergência, antes de trabalhos de empoderamento, protagonismo e resgate das memórias e do patrimônio cultual de cada comunidade.
Passada esta fase das questões mais prementes, o professor idealizador do projeto deu seguimento às arrecadações, através da II Exposição de Anatomia Humana (FAN/UNEF), em julho de 2017, mas agora com uma nova finalidade, arrecadar recursos financeiros a fim de estabelecer um endereço fixo para atividades que se tornassem ações longitudinais. Sendo assim, o Projeto Entre Sorrisos e Encantos finalmente ganhou uma sede própria, tornando-se uma Organização Não Governamental: sua fundação ocorreu no dia 25 de novembro de 2017.

A ONG apresenta, desde então, três objetivos principais:

  1. Busca-se, primordialmente, desenvolver um método de escuta sobre as memórias e saberes infantis, um patrimônio muitas vezes silenciado e oriundo de suas comunidades e contextos culturais. Esse processo visa estabelecer um diálogo entre as práticas acadêmicas de saúde e educação e as etnoteorias (práticas tradicionais) da comunidade, que, por sua vez, deverá se tornar protagonista de seu próprio movimento de produção de conhecimentos, de cuidado e empoderamento, ao provocar transformações significativas em sua autoimagem.
  2. A viabilização do acesso das crianças à saúde, à proteção social básica e à garantia de direitos previstos por lei.
  3. Uma formação continuada aos estudantes dos cursos de saúde e educação, voltada ao processo de humanização e protagonismo, através da assistência a crianças. Propõe-se a transformação desses futuros profissionais na dimensão cognitiva, dando ênfase a novos cenários de aprendizagem, no sentido de desenvolver competências para a compreensão crítica das necessidades da população em saúde e educação, para a atuação nos mais diversos contextos sociais e para a aplicação de sua teoria e de sua aprendizagem à altura das mais distantes circunstâncias comunitárias deste país.

3 comentários em “Quem somos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *